Pular para o conteúdo principal

REDES

Governo detalha situação financeira de Oiticica ao Ministro da Integração

Na tarde de ontem (09), o Secretário Mairton Françavoltou a se reunir com o Ministro da Integração, Antônio de Pádua, em Brasília, para tratar das questões orçamentárias da Barragem de Oiticica.
Durante o encontro, que contou com a presença de boa parte da bancada federal do RN, o secretário fez uma apresentação geral sobre obra e frisou os fatores financeiros que dificultam sua conclusão, entre eles, a chegada do orçamento ao limite do que está assegurado pelo PAC.
De acordo com Mairton, essa situação sustenta a obra por somente mais 3 ou 4 meses. “É necessário um grande esforço político para ampliarmos a carteira de Oiticica no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), remanejando de outras obras, que estão previstas, mas não serão executadas no programa” frisou ele explicando que inicialmente, a obra estava orçada em R$ 311 milhões, mas as readequações nos projetos, principalmente de cunho social, levantaram uma necessidade de mais R$ 239 milhões.
Na ocasião, o secretário reafirmou o pleito feito pelo Governador em outras reuniões no Ministério, no sentido de zerar a contrapartida do Estado que atualmente é de 6,11%. Essa demanda já  se encontra oficializada junto ao Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs).
Como encaminhamento, ficou sugerido que o governador junte a bancada e inicie uma ação política no sentido de convencer o Ministério do Planejamento e o Presidente da República, que seja feito o remanejamento e o ajuste na carteira de Oiticica no PAC, garantindo assim a conclusão do reservatório.
Estivaram presentes na reunião os senadores Garibaldi Alves, José Agripino, a senadora Fátima Bezerra, os deputados Walter Alves, Antônio Jácome e Zenaide Maia, além do corpo técnico do MI.