Pular para o conteúdo principal

REDES


Beber socialmente pode ser mais perigoso do que você pensa

Durante muito tempo, acreditou-se que o consumo moderado de bebida alcoólica não fazia mal. Pelo contrário, aquela cervejinha com os amigos ou um vinho tinto com o par romântico (ou sozinho, por que não?) poderiam até trazer ligeiros benefícios para o sistema imunológico, coração e diminuiria a incidência de diabetes entre consumidores ocasionais. Porém, um novo estudo demonstra: a história não é bem assim.
Financiado pelo Conselho de Pesquisa Médica do Reino Unido, pela British Heart Foundation, pelo Instituto Nacional de Pesquisa pela Saúde e outras instituições europeias, o estudo analisou os efeitos do álcool em cerca de 600 mil participantes espalhados por 19 países.